O verão começou neste domingo (22) e junto com ele teve início também a Operação Verão 2020 do corpo de Bombeiros. O objetivo é intensificar o trabalho de monitoramento das praias, alertar a população sobre os riscos e condições do mar, além de ampliar a prestação de socorro às vítimas de afogamentos. Na prática, até o fim da estação, serão 1,3 mil guarda-vidas, o que representa um aumento de quase 50% no efetivo.

 

Uma das mudanças para esta temporada é em relação à sinalização. As bandeiras de cores variadas vão informar sobre diferentes graus de risco e também sobre a presença de animais. A bandeira verde significa baixo risco, a amarela risco médio e a vermelha alto risco. Em localidades onde há possibilidade de animais marinhos a bandeira é de cor roxa.

 

Outra novidade da operação é aquisição de mais um helicóptero para apoiar a corporação nos resgates. Além disso, drones, motos aquáticas, quadriciclos, botes, boias de salvamento, itens de proteção pessoal e lanchas também vão reforçar a operação nas praias.  Um levantamento do Corpo de Bombeiros aponta que até o dia 15 de dezembro deste ano, mais de 12 mil salvamentos já haviam sido feitos. As praias com maior número de ocorrências na cidade do Rio foram Copacabana, Recreio e Barra, respectivamente.

 

O Corpo de Bombeiros divulgou algumas recomendações para aproveitar o máximo do verão sem acidentes e afogamentos:

 

·         Procurar locais próximos aos postos de guarda-vidas;

·         Respeitar as bandeiras de sinalização;

·         Perguntar sempre ao guarda-vidas qual o local mais apropriado para tomar o banho de mar;

·         Não ingerir bebidas alcoólicas e entrar no mar;

·         Evitar entrar na água logo após se alimentar;

·         Não entrar no mar após longa exposição ao sol, sem antes adaptar seu organismo à temperatura da água;

·         Não desviar a atenção das crianças. Vale identificá-las com nome e telefone para contato;

·         Caso saiba e pretenda nadar, a orientação é praticar a atividade paralelamente à areia

·         Evitar locais que são conhecidos como points de surfistas. Desta forma, é possível prevenir acidentes com pranchas.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc