O Brasil é o quarto maior produtor de lixo do mundo, segundo pesquisa do Fundo Mundial para a Natureza, atrás somente de Estados Unidos, China e Índia. Além do alto índice de lixo produzido, quase metade não tem a destinação correta e vai parar na natureza. Somente os oceanos recebem por ano 25 milhões de toneladas, dos quais pelo menos 60% são plásticos, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU). O plástico leva cerca de 200 anos para se decompor, desta forma, alguns pesquisadores acreditam que até 2050 pode haver mais lixo no mar do que peixe.

Com base nesses dados alarmantes o quiosque La Carioca, localizado no posto 11 do Leblon, na altura da Avenida Delfim Moreira, resolveu dar um pontapé inicial para o verão de maneira diferente. Buscando estimular melhores hábitos em quem frequenta a praia, o quiosque uniu forças com empresas e organizações sociais para criar o “La Carioca convida”, um projeto voltado e inspirado na natureza, em parceria com o Recicla Orla.

A primeira edição do evento aconteceu neste domingo, dia 15, e a Route Brasil, organização que pensa soluções para o impacto do consumo na natureza, esteve presente mediando a troca de informações com o público nessa estreia de projeto. Dezenas de voluntários estiveram no quiosque participando da ação de limpeza da praia. A ação contou também com a presença do campeão mundial Lucas Fink que deu uma aula de Skimboard, e do DJ Curu que foi responsável pela trilha sonora que embalou a tarde.

O objetivo do projeto é deixar um legado positivo para as próximas gerações e incentivar a relação sustentável das pessoas com o meio no qual elas estão inseridas. Através da iniciativa o movimento chamou a atenção das pessoas e fez um alerta sobre a importância de atitudes simples no processo de mudança de hábitos. A ideia é que uma vez a cada mês uma ação aberta ao público seja desenvolvida em prol da natureza com a participação de um projeto social. 

“Importante entender que toda ação gera uma reação, o ato de pegar o lixo não vai resolver o problema mas vai chamar a atenção, através de uma atitude simbólica, gerando impacto e despertando as pessoas para essa causa”, ressalta Carla Lima, proprietária do La Carioca.

O lixo que é despejado de forma incorreta acaba indo parar no mar e isso prejudica todo o ecossistema terrestre com alterações climáticas, aumento de nível do oceano e agravamento do aquecimento global.

*Parley For the oceans: é uma organização que tem como missão a proteção dos oceanos. A atuação tem como lema “se o oceano morrer, nós morremos”, para conscientizar as pessoas sobre a importância e fragilidade dos oceanos.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc