Escondidinha entre Leblon e São Conrado a praia de Vidigal, com cerca de 600 metros de extensão, é um pequeno oásis em meio as badaladas praias da Zona Sul. A praia fica na Avenida Niemeyer, na altura do número 99, poucos metros depois do Mirante do Leblon, e o acesso é feito por uma escadaria, também discreta, ao lado do Hotel Sheraton.

Quem passa pela ciclovia em direção ao Vidigal tem vista panorâmica da praia mas nem todos sabem que, apesar de estar “aos pés” do hotel de luxo, a circulação na praia é livre, assim como em qualquer outra.  De águas azuladas e com uma beleza ímpar, a praia foi o centro de uma série de embates entre moradores, poder público e a rede que administra o hotel durante e após a construção do mesmo. 

Desde a década de 1940, a praia sempre teve como principais frequentadores os moradores da Favela do Vidigal, que fica bem próxima do local. Os frequentadores desciam pelas pedras em uma pequena trilha pelo terreno onde hoje funciona o Sheraton. A praia sempre foi preferida de pescadores e jovens, que aproveitavam a tranquilidade do entorno. Naquela época o local era ainda mais secreto. 

No final de 1960, o Hotel Sheraton se instalou e fechou o acesso à praia, que passou a ser feito por dentro do prédio. A intenção de manter a praia exclusiva para os hóspedes gerou bastante conflito e os moradores chegaram a fazer protestos na Avenida Niemeyer.  Sob pressão, o hotel construiu a longa escadaria como única forma de quem não é hóspede chegar na praia, sem facilidade para aqueles com mobilidade reduzida. 

Apesar da escadaria, para quem tem disposição e fôlego, a descida até a praia compensa.  A faixa de areia clara raramente fica cheia, é possível aproveitar com tranquilidade o sol, tomar banho de mar e curtir a visão privilegiada da orla da Zona Sul. 

 

Prainha do Vidigal 

Batizada oficialmente no dia 25 de agosto de 2015, o trecho final da Praia do Vidigal ganhou vida própria. A caçulinha do errejota tem 60 metros e fica na lateral esquerda da faixa de areia. Durante muito tempo, a praia era restrita a moradores de uma mansão construída irregularmente na área. Durante a construção da ciclovia Tim Maia a mansão foi demolida durante e a prainha voltou a integrar o espaço público. 

 

Vale a pena esticar

Como a praia do Vidigal é pequena, e pouco frequentada, não há quiosques e poucos ambulantes se aventuram em explorar a região. Sendo assim, a dica para quem quiser conhecer a praia sem deixar de lado uma boa experiência gastronômica é esticar o passeio até o Mirante do Leblon. 

O percurso entre o acesso da praia e o mirante pode ser feito à pé em poucos minutos e além da paisagem do deck, que é parada quase obrigatória para fotos, há dois quiosques com as mais variadas opções de comidas e bebidas. 

O Oka Vista e o Mirante Sonhador dividem espaço à beira do deck, com uma estrutura em madeira composta por guarda-sóis, mesinhas e espreguiçadeiras. Já pensou, pegar uma praia quase deserta e depois curtir esse fim de tarde no mirante? Vem para Orla!

 

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc