Hoje falaremos sobre bodyboard, modalidade muito popular que pode ser considerada como a porta de entrada para esportes com prancha no mar. Mas, além disso, essa atividade tem seus próprios fãs, com atletas e campeonatos organizados.

Mas lembre-se: antes de começar a praticar qualquer atividade consulte seu médico, procure a orientação de um profissional de educação física e não esqueça o protetor solar. Recado dado então, vamos lá. Calce seus pés de pato e movimente-se! 

Apresentando um nível de dificuldade moderado, essa prática esportiva é acessível a todos e, muitas vezes, é responsável pelo primeiro gostinho por esportes deslizantes. Mas é preciso ter atenção, principalmente, com o equipamento a ser usado.

Prancha

Ela é produzida de um material sintético altamente tecnológico, a fim de garantir a melhor performance do atleta. A prancha ideal varia de pessoa para pessoa. Os critérios a serem observados são a altura e peso do praticante.

Pé de pato

Os pés de pato ou nadadeiras são partes do equipamento básico do bodyboarder, pois são o melhor meio de propulsão ao se pegar onda. O equipamento deve ser selecionado de acordo com suas lâminas, sua rigidez e seu conforto.

Traje

Assim como no surf, os praticantes de bodyboard utilizam o john, famoso traje de neoprene, essencial em dias de água com temperatura baixa. 

Dicas de como começar

De posse do equipamento básico, chega a melhor parte: ir para água. Para começar a se mover é preciso nadar com os pés de pato e remar mantendo a prancha plana para alcançar o maior número possível de ondas. 

Quando a onda estiver prestes a quebrar, deve-se retroceder de modo que o praticante esteja se movendo o mais rápido possível. Então, é simplesmente deslizar na onda e aproveitar. Um elemento-chave em todos os esportes com prancha no mar é a velocidade. Ela permite gerar energia, realizar manobras e explorar todas as partes da onda ao máximo, mas não se preocupe, com tempo e dedicação isso se tornará fácil.

Importante: a Orla Rio esclarece que todas as dicas postadas devem obedecer aos protocolos de segurança instituídos pelo poder público enquanto a pandemia de coronavírus não estiver contida. 

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc