Por que ouvimos o barulho do mar nas conchas?

Quem nunca levou uma concha ao ouvido para escutar o “barulho do mar”?  É algo incrível e que deixa muitas pessoas perplexas. Mas vamos pensar juntos, fazer isso na praia pode até ter algum sentido, já que o mar está bem ali. O curioso é que mesmo há quilômetros de distância do mar o som dentro da concha continua a existir. Afinal, qual é a explicação para esse fenômeno? 

Ficou curioso(a)? Então, vem com a gente que hoje vamos revelar esse mistério!

A concha marinha possui seu interior semelhante a um labirinto em espiral, que funciona como uma caixa de ressonância, que concentra e amplifica os sons, produzindo um efeito apenas parecido com o barulho do mar. Esse fenômeno, conhecido como reverberação, é a soma dos vários ecos gerados dentro da concha.

Ela está, na verdade, captando os sons residuais do ambiente, aqueles que não são registrados normalmente porque se propagam em todas as direções, ou seja, aqueles que passam direto pelo ouvido. As ondas sonoras repercutem dentro da concha, refletindo em suas paredes como a fala de alguém numa caverna. 

Mas vale lembrar que a reverberação não surge do nada: se estivermos em um compartimento fechado, em silêncio absoluto, não adiantará levar a concha ao ouvido. 

Leia também:
Você sabe como se forma a areia da praia?
Você sabe o que é radiação ultravioleta?

VOCÊ VAI GOSTAR DE VER TAMBÉM…

Domingo de experiências no Tia Augusta

Domingo de experiências no Tia Augusta

Há mais de 60 anos, um pequeno negócio nascia na Barra da Tijuca sob o vigor da  portuguesa Maria Augusta Ferreira que, naqueles tempos, nem podia imaginar a proporção que