A cidade do Rio de Janeiro entrou nesta quarta-feira, 17, na segunda fase de relaxamento das medidas de isolamento social para conter o contágio do novo coronavírus. O anúncio foi feito na manhã da última terça-feira, 16, por Flávio Graça, membro do Conselho Científico da Prefeitura do Rio. 

O profissional informou que a transição de fases está sendo feita baseada em dados de monitoramento. Graça afirmou também que os indicadores de saúde são baseados na capacidade de suporte da rede pública e privada, no número de óbitos e na entrada de novos pacientes por síndrome respiratória, síndrome gripal, e internações.

Atividades autorizadas:
– Lojas de móveis e decorações;
– Concessionárias e agências de automóveis; 
– Shoppings, das 12h às 20h (com limitação de 1/3 do estacionamento); 
– Alimentação (só para delivery, drive thru e take away); 
– Ambulantes; 
– Escritórios; 
– Hotéis e hostels; 
– Calçadão da orla, praças e parques para atividades físicas; 
– Praia para esportes aquáticos individuais; 
– Voo livres individuais; 
– Consultórios e clínicas médicas e odontológicas (com agendamento prévio); 
– Venda de ingressos online ou em caixas de autoatendimento para drive in; 
– Atividades de construção e reforma de casas e prédios e construção naval; 
– Centro de treinamento esportivos abertos para treino (sem público); 
– Competições esportivas com portões fechados.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc