Nesse momento de pandemia, a arma mais eficaz contra a infecção pelo coronavírus é a higienização constante de tudo. Lavar as mãos e limpar bem as superfícies de contato como chão, maçanetas e móveis é um hábito que foi incorporado à rotina de todos. E, como não poderia ser diferente, os protocolos desenvolvidos pela Orla Rio para garantir a reabertura segura nos quiosques têm orientações específicas relacionada ao mobiliário.

Os quiosques já estão passando por mudanças para se adaptar à nova realidade de atendimentos delivery e take away. Para a fase presencial, assim que houver diretrizes e liberação das atividades, o foco será na redução de risco de transmissão através da manutenção e higienização das áreas comuns.

Os móveis tem uma atenção maior por entrarem em contato com várias pessoas em um único dia de operação. Mesmo com a provável redução na quantidade disponível de mesas e cadeiras, a rotatividade desses objetos é alta o que exige mais assepsias ao longo do dia. A instrução é de limpeza sistemática e degermação de todas as superfícies que podem ser tocadas por pessoas.

No caso das mesas e cadeiras, os processos de limpeza serão feitos com detergentes ecológicos a cada novo cliente e repetidos ao longo do dia de acordo com a movimentação no quiosque. A orientação é que as mesas sejam compostas por duas cadeiras para consumo individual e com quatro cadeiras para consumo de familiares do mesmo convívio.

Os espaços lounges, redes e sofás deverão ser temporariamente desativados. Além disso, a recomendação é de manter apenas cadeiras e mesas de materiais que possam ser higienizados de maneira eficaz e prática. Em caso de mesas grandes, a disposição máxima é de quatro cadeiras espaçadas em diagonal. Além da atenção redobrada com a limpeza do mobiliário e a disposição das mesas, a movimentação de pessoas será controlada para evitar aglomeração, garantindo sempre o distanciamento mínimo.

A cartilha contendo todas as orientações iniciais para os operadores foi desenvolvida no Projeto Recomeço. Todos os materiais e protocolos adotados contam com a consultoria da médica Adélia Marçal, mestre em doenças infecciosas e especialista em dinâmicas de transmissão de doenças. A Orla Rio está acompanhando as decisões da Prefeitura e trabalhando na implementação das mudanças estruturais e funcionais nos estabelecimentos para garantir que o retorno das atividades seja com segurança.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc