Neste sábado, 25 de julho, é comemorado o Dia Nacional do Escritor. O dia é uma homenagem a toda classe e foi escolhida pelo ex-ministro da Educação e Cultura, Pedro Paulo Penido, em 1960. A escolha dessa data deve-se à realização do I Festival do Escritor Brasileiro, patrocinado pela União Brasileira de Escritores (UBE), justamente em 25 de julho.

A partir desse ano, a data passou a ser comemorada em todo o país. Desde então, são organizados eventos que buscam valorizar autores e autoras da literatura brasileira e incentivar a leitura de suas obras. Afinal, o Brasil conta com uma infinidade de escritores, reconhecidos até internacionalmente.

Para um escritor, é fundamental ter uma fonte de inspiração. Pessoas, objetos e paisagens são sempre levados em consideração. Com a orla mais linda do mundo isso não é diferente. Aqui muitas obras tomaram forma e seus autores estão, inclusive, imortalizados nela.

É o caso da maior escritora brasileira, Clarice Lispector, homenageada na Mureta do Leme. Outro nome importante é do humorista Millôr Fernandes, imortalizado na Praia do Arpoador. E, é claro, não poderíamos nos esquecer do poeta mais famoso do Brasil, Carlos Drummond de Andrade, para sempre no Posto 6 da Praia de Copacabana.

A Orla Rio presta homenagem a todos os escritores e escritoras brasileiros que fazem tanta diferença na cultura popular do país. 

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc