Dando continuidade ao nosso passeio pela orla mais linda do mundo, chegamos à Praia do Leblon. Lá, encontramos uma imponente figura admirando a linda paisagem. Hoje falaremos sobre o jornalista Zózimo Barrozo do Amaral.

Zózimo Barrozo do Amaral

Zózimo Bráulio Barrozo do Amaral (1941 – 1997) foi um dos mais prestigiados jornalistas do Brasil na segunda metade do século XX. Ele passou por importantes veículos de informação como o Jornal do Brasil e O Globo, onde ganhou bastante destaque.

Seu estilo bem-humorado, sarcástico e diversificado acabou lhe rendendo alguns processos durante a vida, apesar de nunca ter sido condenado, como no caso da atriz Sônia Braga. Zózimo também foi preso, em mais de uma ocasião, por escrever sobre os bastidores da política durante a ditadura militar de 1964.

Ele morreu em 1997, na cidade norte-americana de Miami, em razão de um câncer de pulmão. Além da estátua na orla, Zózimo também foi homenageado dando seu nome a um centro comunitário na cidade do Rio.

Estátua

A escultura de Zózimo Barrozo do Amaral está localizada no final da Praia do Leblon, próxima ao Posto 12. A criação do artista plástico Roberto Sá foi inaugurada em novembro de 2001. Nela, o jornalista é retratado de pé, segurando seu paletó pelos dedos na altura do ombro, enquanto observa atentamente as praias do Leblon e de Ipanema.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc