Com a retomada do turismo em alguns países e o aumento na oferta de voos internacionais partindo de diversas cidades, o governo chinês adotou algumas medidas para evitar novos focos de contaminação. Desde o último dia 21, passageiros de voos com destino à China precisam apresentar exames de Covid-19 negativo antes de embarcar. 

Segundo a Administração da Aviação Civil da China (CAAC), os exames de ácido nucleico precisam ser realizados com cinco dias do embarque, em locais designados ou reconhecidos pelas embaixadas chinesas nos países de origem.

Essa é uma das medidas estudadas pelo governo para diminuir ainda mais o risco de casos importados de coronavírus em meio ao aumento das viagens internacionais. As embaixadas irão avaliar cuidadosamente a capacidade de exames dos países de origem e formular procedimentos de viagem quando as condições de realização dos exames forem satisfatórias. No mês passado, a CAAC permitiu que mais companhias aéreas estrangeiras retomassem o serviço para a China e aumentassem o número de voos, visando estimular a recuperação econômica.

 

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc