Nesta quarta-feira, 12 de agosto, é celebrado o Dia Internacional da Juventude. E, ciente da importância desta data, a Orla Rio realizou uma super live sobre a #PraiaDoFuturo. O objetivo da iniciativa foi debater a praia que queremos ter no mundo pós-pandemia.

Ao longo do dia o webinar promoveu debates sobre Esportes, Sustentabilidade e Turismo. A última live antes do debate final levou aos espectadores as reflexões sobre Moda, Cultura e Comportamento no mundo pós-pandemia. 

Participaram do debate a cenógrafa e diretora artística, Gigi Barreto, o sócio fundador do projeto ALALAÔ, arte na praia, Marcus Moraes, o professor de arquitetura na PUC-RJ e co-fundador do escritório Rua Arquitetos, Pedro Évora, e Demetrio Teodorov, futurista e executivo de Pesquisa & Desenvolvimento Tech, Inovação e Digital.  A mediação foi realizada pela responsável por planejamento digital e conteúdo na FSB Comunicação, Hilane Tawil.

Gigi Barreto abriu o debate falando sobre os três pilares que formam o ecossistema da praia: cultura, sustentabilidade e empreendedorismo. Além disso, a produtora falou sobre a importância de pensar ações de valorização do espaço urbano e de acessibilidade para além da orla. 

Marcus Wagner falou sobre o projeto do Alalaô e ressaltou que o futuro, que parecia tão longe, ficou muito atual e neste momento todos estão preocupados e pensando soluções. É importante que a moda seja pensada neste cenário como um modo de agir, de viver, de como se comportar coletivamente.   Segundo ele, a praia também assume vários papéis e atua como uma expressão da cidade, logo, nesse momento de transição, a praia pode assumir um novo papel que vai além da cultura, sendo também  um agente transformador da cidade, de moda, de comportamento. “O exercício que se apresenta é de sonhar com a praia que a gente sempre quis e se movimentar neste sentido. A praia como um exemplo para as mudanças que a gente gostaria que acontecesse”, afirmou. 

Pedro Évora lembrou o fato de que a praia é algo construído, assim como diversos espaços públicos que se transformaram com passar dos anos. Segundo ele,  a praia determina atitudes, tudo que é feito na praia gera uma resposta cultural e comportamental, assim, de mesmo modo a praia pode ser o lugar de soluções para nossa sociedade.

Para fechar, Demetrio Teodorov afirmou que a mudança de comportamento é também uma inovação e o “novo normal” será na realidade um totalmente mundo 2.0 já que a Covid-19 acelerou mudanças que já estavam em curso. Neste cenário, elementos tecnológicos vão entrar cada vez mais na rotina para  resolver as questões do dia a dia. Ele ressaltou também a importância de pensar o retorno das atividades, que já está acontecendo, como uma oportunidade de experiência diferente. 

Para fechar o dia teremos ainda um debate final com o presidente da Orla Rio João Marcello Barreto, o vice presidente Guilherme Borges e o sócio-diretor da FSB Comunicação, Rodrigo Pinotti. Além de um super show de encerramento com a Família Cristelo

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc