O planeta Terra é formado aproximadamente por 70% de água. Desse total, mais de 97% está nos oceanos e mares. Lá, encontramos uma fauna e flora riquíssimas, com milhares de espécies, um verdadeiro tesouro mundial, mas eles também escondem diversos segredos.

Hoje, falaremos sobre o menor oceano do mundo, o Oceano Ártico.

O Ártico é o menor entre os cinco oceanos da Terra, com uma área total de 14 milhões de quilômetros quadrados, aproximadamente o mesmo tamanho da Rússia. O registro mais antigo da existência deste oceano foi feito em 325 a.C, pelo mercador, geógrafo e explorador grego Pytheas de Massilia.

Embora seja o menor entre os oceanos, ele tem a maior plataforma continental. Essa plataforma se estende 750 milhas em direção ao mar a partir da Sibéria, até o Mar da Groenlândia. Lá é possível encontrar mais espécies de peixes do que em qualquer outra massa de água no mundo.

O Ártico tem uma salinidade muito baixa. É o menos salgado entre os cinco oceanos. O baixo teor de sal pode ser atribuído ao pesado influxo de água doce de rios e córregos próximos e ao fato de que ele é um oceano relativamente isolado dos outros.

Um fato curioso é que o animal símbolo do Oceano Ártico não é nenhum animal marinho de fato, mas o urso polar, o maior predador terrestre do mundo. Esses ursos só podem ser encontrados na região do Ártico.

Uma grande parte do Oceano Ártico é coberta por gelo marinho. No entanto, este bloco de gelo tem diminuído constantemente a uma taxa de três por cento por década desde os anos 80. Cientistas preveem que o Ártico estará completamente descongelado até a década de 2040. Isso significa que os ursos polares também desaparecerão, já que eles usam o gelo como abrigo e plataformas de caça.

Fiquem ligados para mais Segredos do Oceano!

Leia também:
Segredos do Oceano: saiba tudo sobre o Oceano Índico
Segredos do Oceano: desvende o Oceano Pacífico
Segredos do Oceano: conheça o Oceano Atlântico

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc