A chuva que caiu durante a última terça-feira, 22, causou uma série de transtornos na cidade. Queda de árvores, bolsões d’água, deslizamento de terra e interdição de vias são alguns exemplos do verdadeiro caos que foi formado devido ao volume de água.

De acordo com o Alerta Rio, a média das estações de chuva da cidade para setembro é de 72,5 mm. No entanto, entre 18h de segunda-feira, 21, e 6h desta quarta-feira, 23, choveu 114,3 mm. Ou seja, choveu em toda a cidade do Rio 57% a mais do que o esperado para todo o mês. Os locais mais afetados foram o Alto da Boa Vista, Itanhangá, Barrinha e Grota Funda. 

Aviso de ressaca prorrogado

A Marinha do Brasil prorrogou o aviso de ressaca para o litoral do município do Rio. De acordo com o novo informe enviado, ondas de até 3 metros de altura podem atingir a orla da capital fluminense até às 21h desta quarta-feira, 23.

Dessa forma, a Prefeitura do Rio recomenda que a população evite o banho de mar em áreas que estejam em condições de ressaca, evite a prática de esportes no mar e não permaneça em mirantes na orla ou em locais próximos ao mar durante o período de ressaca.

Além disso, os frequentadores de praias devem seguir as orientações das equipes do Corpo de Bombeiros, os pescadores devem evitar navegar durante o período de ressaca e os ciclistas devem evitar trafegar de bicicleta na orla caso as ondas estejam atingindo a ciclovia. 

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc