A atividade física da qual falaremos hoje já deixou de ser novidade no país faz tempo. Pelo menos, sua versão tradicional que já é disputada em várias cidades brasileiras, influenciada por uma das ligas esportivas mais ricas do planeta, a NFL. Nosso papo será sobre o futebol americano de areia.

Mas lembre-se: antes de começar a praticar qualquer atividade consulte seu médico, procure a orientação de um profissional de educação física e não esqueça o protetor solar. Recado dado então, vamos lá. Pegue a bola e movimente-se!

Muitas pessoas que passam pelas praias cariocas – especialmente em Botafogo e Copacabana – podem ter se deparado com um movimento de pessoas uniformizadas nas areias, disputando uma bola oval. Trata-se de times de futebol americano de areia, ou beach football, praticado tanto por homens, como por mulheres.

O esporte surgiu em 1986, quando alguns praticantes cariocas do futebol americano notaram que não havia equipamentos necessários para a prática do esporte (lembrando que o futebol americano tradicional é um esporte com muito contato físico, sendo obrigatório o uso de equipamentos de proteção como ombreiras e capacete).

Os únicos materiais disponíveis aos praticantes brasileiros eram a bola e o protetor bucal. Foi então que surgiu a ideia de transferir o esporte para a praia de Copacabana, pois dessa forma a areia amorteceria os impactos violentos causados durante as partidas.

O sucesso foi tanto que, aproximadamente 20 anos depois, o beach football já contava com mais de 600 jogadores inscritos na Associação de Futebol Americano e de Bandeira do Brasil (AFAB). Essa associação é reconhecida mundialmente por divulgar o esporte e seus atletas pelo país.

O objetivo do jogo é avançar pelo campo até chegar à linha de fundo do adversário, conquistando jardas. Quando isso ocorre, é marcado um touchdown, que equivale a 6 pontos. Além disso, é possível pontuar por meio do field goal, um chute que precisa passar pelas traves localizadas no final de cada lado do campo, e vale 3 pontos.

Assim como no rugby de praia, o futebol americano de areia melhora a capacidade física, principalmente em relação à maior eficiência cardiorrespiratória e aumento da força e resistência muscular. Vale lembrar também que é um esporte que promove a disciplina, coordenação, raciocínio estratégico e lógico, além da interação social.

Importante: a Orla Rio esclarece que todas as dicas postadas devem obedecer aos protocolos de segurança instituídos pelo poder público enquanto a pandemia de coronavírus não estiver contida.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc