Movimente-se: saiba tudo sobre o frisbee

Jogar disco? Brincadeira para cachorro? Bumerangue? Nosso papo de hoje é sobre essa atividade física que pode ser realizada em praias, parques e espaços abertos e gera uma série de benefícios aos seus praticantes, mas que muitas vezes é entendida apenas como um divertimento. Vamos te contar tudo sobre o frisbee.

Mas lembre-se: antes de começar a praticar qualquer atividade consulte seu médico, procure a orientação de um profissional de educação física e não esqueça o protetor solar. Recado dado então, vamos lá. Pegue seu “disco” e movimente-se! 

Existem muitas versões sobre o surgimento do frisbee, mas a mais aceita é que em 1871 nos Estados Unidos, William Russel Frisbie, instalou uma confeitaria, chamada Frisbie Pie. Os meninos comiam as tortas e se divertiam jogando as formas no ar. Virou moda e competição. Na década de 1940, Walter Frederick Morisson replicou as formas em plástico e, em 1955 o brinquedo passou a ser produzido industrialmente.

O frisbee pode ser jogado sozinho, como se fosse um bumerangue, em duplas, o mais comum nas praias e parques do Brasil, mas também pode ser jogado em times que é conhecido como Ultimate Frisbee. Quando jogado em dupla o estilo de jogar é o arremesse e pegue, o praticante joga o disco no ar e o seu companheiro não pode deixar ele tocar o chão.

Para jogar frisbee é preciso apenas de um disco e roupas leves. O ideal é jogar descalço, mas em dias de areia muito quente pode usar meias para proteção ou tênis. Porém, os discos variam em peso e tamanho de acordo com a modalidade e as distâncias que eles podem sobrevoar. Os mais leves ficam mais tempo no ar e os mais pesados voam distâncias mais longas.

Jogar frisbee exige muito dos músculos do corpo. Os membros inferiores (pés, pernas e glúteos) são exercitados nos deslocamentos sobre a areia ou grama. Já os membros superiores são exercitados nos lançamentos do disco. O frisbee é um bom exercício para quem quer entrar em forma, pois o gasto energético gira em torno de 250 calorias por hora.

Importante: a Orla Rio esclarece que todas as dicas postadas devem obedecer aos protocolos de segurança instituídos pelo poder público enquanto a pandemia de coronavírus não estiver contida.

VOCÊ VAI GOSTAR DE VER TAMBÉM…