Uma taça de vinho branco ou rosé, com frutas e especiarias, que resultam em um drink bonito e refrescante: eis o Clericot. Presente no cardápio de diversos quiosques da orla, principalmente aqueles com uma proposta mais requintada, o Clericot é um dos drinks mais pedidos e ganha cada vez mais o coração de cariocas e turistas que frequentam as praias do Rio. 

Como nome é de origem francesa, não se sabe ao certo de onde surgiu a ideia do drink – há quem acredite que foi feito a primeira vez por ingleses para aplacar o calor. Certo é que a bebida do modo que a conhecemos, se consagrou na Argentina e no Uruguai, onde é tida como típica da cidade de Punta Del Este. 

Inspirado na sangria, o Clericot também é da família dos ponches, mas no lugar do vinho tinto tem como base comum o vinho branco ou espumante. Algumas versões adaptadas utilizam vodka, tequila ou saquê. 

E a receita é bem simples, basta escolher as frutas, o vinho ou espumante de preferência, acrescentar uma dose de água com gás ou refrigerante de limão, gelo e açúcar a gosto. Quem quiser preservar mais o sabor natural do vinho, pode não acrescentar açúcar e gelo no preparo. O ideal é que seja feito em jarras para reter as frutas enquanto o líquido é servido. Dá para usar qualquer fruta, porém as mais comuns são: maçã, abacaxi, morango, kiwi, uva e laranja. A ideia é uma bebida bem colorida, refrescante e atrativa.

Quem quiser se aventurar e preparar o drink praiano em casa, pode aproveitar para garantir os vinhos da Sabores da Orla. Os vinhos Horizonte rosé e branco, ambos argentinos, da vinícola San Huberto,  são ótimos para fazer o drink. O rosé é bem refrescante, produzido com as uvas Malbec e Bonarda e o branco, possui as mesmas características refrescantes, porém, é feito com as uvas Torrentés Riojano e Chardonnay.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc