O ministro Marcelo Álvaro Antônio participou na tarde de quarta-feira, dia 28, da abertura da 62ª edição do Congresso Nacional de Hotéis (Conotel), junto ao presidente do Embratur, Gilson Machado Neto, realizada de forma remota. O ministro destacou que o evento “tem um propósito nobre que é a união da hotelaria, visando fortalecer as ações que consolidem o ramo hoteleiro no Brasil.”

Ele falou da importância da retomada do turismo de forma responsável e organizada. O ministro disse que o será dado todo suporte ao setor e que reconhece a importância do setor hoteleiro na dimensão econômica que é o turismo. Segundo o ministro, a pasta do Turismo e a Embratur trabalham de forma integrada, buscando defender os interesses e o desenvolvimento do fluxo turístico tanto nacional quanto internacional.

Com o início da pandemia, o Ministério do Turismo e a Embratur focou totalmente nas pautas econômicas, visando dar assistência e socorro a todo o setor do turismo. O ministro também citou as medidas provisórias (MP) 936, 948 e 963 como ações emergenciais que tiveram que ser tomadas. 

A MP 936 permitiu, durante o estado calamidade pública devido à pandemia do novo coronavírus, a suspensão do contrato de trabalho por até 60 dias e a redução de salários e da jornada de trabalho pelo período de até 90 dias.

Já a MP 948 regulamentou o reembolso de eventos culturais e serviços turísticos afetados pela pandemia do novo coronavírus.

A MP 963 foi aprovada pelo Senado no mês passado e abriu crédito extraordinário de R$ 5 bilhões para auxílio ao setor de turismo do país.

Fonte: EBC com adaptações.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc