Seja qual for o esporte, voar é sempre um desafio e uma dose de adrenalina para quem pratica. Agora, imagina flutuar sobre jatos de água enquanto se desloca com auxílio de um jet ski. Parece loucura, mas o que começou como brincadeira já é uma modalidade esportiva. Nossa conversa de hoje será sobre o flyboard. Também conhecido como surf no ar, a atividade é capaz de trabalhar equilíbrio e a musculatura de todo o corpo além de oferecer uma sensação de liberdade e adrenalina. 

Mas lembre-se: antes de começar a praticar qualquer atividade consulte seu médico, procure a orientação de um profissional de educação física e não esqueça o protetor solar. Recado dado então, vamos lá. Separe sua roupa de banho e movimente-se!

Inventado pelo francês Frank Zapata em 2011, um piloto de competição de jet skis, o Flyboard é uma espécie de prancha presa aos pés que, anexada ao jet ski e a uma mochila que capta a água, consegue atingir uma altura de até 10 metros. Com auxílio de uma mangueira feita com material resistente, o motor do jet ski bombeia a água em alta pressão para o dispositivo, dando a sensação de que se está voando. A direção é controlada pelos pés e a estabilidade pelas mãos.

O esporte exige concentração e equilíbrio, mas, não é necessário experiência. Nos locais que oferecem a modalidade há, normalmente, um instrutor que controla a aceleração do jet ski e ajuda os iniciantes com orientações de como ficar em pé. A mangueira limita a altura de forma que não há possibilidade de subir além dos 10 metros. Depois de alguns voos, com um pouco de experiência e confiança no equipamento, é possível fazer as manobras e movimentos mais radicais.

Importante: a Orla Rio esclarece que todas as dicas postadas devem obedecer aos protocolos de segurança instituídos pelo poder público enquanto a pandemia de coronavírus não estiver contida.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc