A Prefeitura do Rio de Janeiro publicou no Diário Oficial um decreto reconhecendo as rodas de samba, tradicionais na cidade, como bem cultural de natureza imaterial. O decreto, publicado no último dia 09/11 também prevê o Cadastro das Rodas de Samba da Cidade do Rio de Janeiro.

A medida foi baseada em estudos realizados pelo Instituto Rio Patrimônio da Humanidade, IRPH, e no pronunciamento do Conselho Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro, instituição que orienta os atos de tombamento e destombamento da cidade. 

Com a publicação do decreto, as rodas de samba serão cadastradas no Livro de Registro das Formas de Expressão, documento no qual são inscritas manifestações literárias, musicais, plásticas, cênicas e lúdicas. A regulamentação leva em consideração o fato da roda de samba ser uns dos meios de transmissão do saber popular da cultura do samba e sua relevância para a indústria criativa carioca.

Outra importante medida presente no decreto é a criação do Cadastro das Rodas de Samba da Cidade do Rio de Janeiro. A lista contendo as rodas de samba que irão compor o Cadastro das Rodas de Samba será publicada em Resolução do Conselho Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural.

Fonte: Diário do Áudio

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc