O turismo no Brasil deve voltar aos índices pré-pandemia apenas em 2022, é o que aponta uma pesquisa feita pelo Sebrae. O setor foi duramente atingido pela crise que afetou a vida de milhões de pessoas e a economia global desde o início da pandemia. O estudo desenvolvido pelo Sebrae para apontar cenários e os impactos da vacinação na retomada das atividades dos pequenos negócios mostrou que mesmo com 100% da população vacinada em dezembro deste ano, o setor não terá fôlego para voltar ao patamar de faturamento antes de 2022. 

Além de depender diretamente da vacinação em massa da população, os empreendedores desse segmento deverão se adaptar aos novos desejos e necessidades dos clientes. O estudo elaborado pelo Sebrae mostra as principais tendências do Turismo para o Brasil e também revela os desejos e anseios do público fluminense quando pensa em turismo.

A retomada no faturamento das empresas ficará muito condicionada à adoção de protocolos de segurança e de inovações tecnológicas com o intuito de dar aos clientes mais confiança no serviço prestado. O levantamento do Sebrae também aponta uma forte demanda para o Turismo de luxo e o turismo gastronômico, com as pessoas buscando cada vez mais exclusividade e bem-estar, passeios personalizados, aluguel de suítes ou espaços para celebrações intimistas.

O chamado turismo de proximidade e o ecoturismo também estarão em alta. De acordo com o levantamento, os turistas desejam conhecer cidades do interior, viajar de carro ou em voos com até 3h de duração e estão atentos às medidas de proteção adotadas pelas empresas.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc