A banda Jota Quest já anunciou em forma de canção que “o melhor lugar do mundo, é dentro de um abraço” e não há como discordar. O gesto, apesar de simples, é tão importante que tem uma data dedicada a ele. Em 22 de maio é comemorado em diversos países do Dia do Abraço, que é usado como forma de expressar afetos como amor, gratidão, felicidade, carinho, saudade… entre outros sentimentos.  Um abraço apertado é capaz de combater os efeitos de ansiedade, estresse e até a depressão. Mas, você sabe como surgiu essa homenagem?

Tudo começou em 2014 quando o australiano Juan Mann que vivia em Londres, viu sua vida virar de cabeça para baixo com uma série de acontecimentos ruins e precisou voltar para Sydney, sua cidade natal. Não havia ninguém para recebê-lo no aeroporto, nenhum rosto amigo ou amparo no momento difícil que enfrentava e ele acabou refletindo sobre isso enquanto passava pelo desembarque. “Tudo o que tinha era uma mala cheia de roupas e um mundo imenso de problemas”, foi a declaração que fez quando resolveu criar o movimento que ficou conhecido como Free Hugs (abraços grátis).

Ele escreveu as palavras em um papelão e parou no ponto mais movimentado da cidade esperando pela reação das pessoas. Após olhares desentendidos, algumas começaram a aceitar a oferta. No entanto, o fortalecimento da data aconteceu após o líder da banda Sick Puppies gravar um videoclipe que viralizou e acabou popularizando a iniciativa pelo mundo todo. 

Benefícios para saúde física e mental
Estudos apontam que um abraço pode ajudar muito a saúde. Essa demonstração de afeto libera um hormônio chamado ocitocina, que alivia o estresse. Além do bem-estar emocional, o abraço pode reduzir dores físicas, pois atua em uma área no cérebro que libera substâncias analgésicas. Uma pesquisa feita com crianças mostrou que as que recebiam menos abraços achavam o afago desconfortável. Já quem foi muito abraçado quando pequeno costumava gostar desse tipo de carinho. 

Terapia do Abraço
Pensando em todos os benefícios do abraço foi criada a Terapia do Abraço, uma técnica para ajudar a lidar melhor com emoções como frustração, raiva e tristeza. O conceito é simples:  se uma pessoa está se sentindo triste, ao invés de tentar analisar os motivos do sofrimento ou consolá-la, simplesmente oferece um abraço para transmitir paz, tranqüilidade e calma para que a pessoa se sinta melhor.

Essa terapia é recomendada também em momentos em que os indivíduos se sentem bem e querem compartilhar, de forma mútua, bons sentimentos.

Dia do Abraço, sem abraço
Em tempos de pandemia o contato físico ficou bastante limitado para evitar transmissão do coronavírus. Por isso, em 2021 o gesto pode vir de forma representativa através de uma ligação, um mimo, um trecho de poesia, uma gentileza ou uma simples mensagem dizendo “lembrei de você”. Vale qualquer coisa para se sentir perto daquela pessoa especial.

Além disso, o abraço também pode ser através do autocuidado. Separar um tempo para estar sozinho, prestar atenção ao que está sentindo e apreciar fazer algo que você gosta muito podem ser gestos de autocuidado.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc