O Dia do Cinema Brasileiro é comemorado anualmente em 19 de junho. A data escolhida é uma homenagem ao dia em que o italiano Afonso Segreto, o primeiro cinegrafista e diretor do país, registrou as primeiras imagens gravadas em movimento no território brasileiro, na sua chegada à Baía de Guanabara, em 1898, a bordo de um navio francês. 

Mas não confunda:

Alguns atribuem o Dia Nacional do Cinema Brasileiro ao dia 5 de novembro, pois em 1896, no Rio de Janeiro, foram projetados oito pequenos filmes, de cerca de um minuto cada um, para a elite carioca, na Rua do Ouvidor. A data ficou conhecida como a primeira exibição pública de cinema no Brasil, considerada um marco para o cinema brasileiro.

Como os dois acontecimentos foram memoráveis, alguns atribuem o Dia Nacional do Cinema Brasileiro ao dia 19 de junho, outros o comemoram em 5 de novembro. Outras fontes afirmam também, que a data de 5 de novembro seria ainda uma homenagem ao aniversário do cineasta Paulo Cesar Saraceni e também à data da morte do cineasta Humberto Mauro.

O cinema também já invadiu a praia com o Cine Estrela, projeto nascido em 2015 para promover a cultura, a integração e transformar as praias em “salas de cinema” ao ar livre, fazendo do pôr do sol carioca um momento ainda mais especial e único. Os filmes eram exibidos gratuitamente, bastava chegar e se acomodar na areia mesmo!  A escolha das tramas foi feita por votação popular no site do evento. Além dos filmes, shows de artistas locais aconteciam após a exibição, embalando os finais de semana na orla.

Conheça alguns dos cineastas brasileiros

Entre alguns dos principais representantes do cinema nacional destacam-se:

Nelson Pereira dos Santos (1928-2018)

Luiz Carlos Barreto (1928)

Helena Solberg (1938)

Glauber Rocha (1939-1981)

Fernando Meirelles (1955)

Walter Salles (1956)

Tata Amaral (1960)

Anna Mulayaert (1960)

José Padilha (1967)

Pensando nisso, uma ótima atividade indicada para este dia é homenagear as produções brasileiras fazendo uma maratona de filmes nacionais com os amigos e familiares. Existem diversas obras clássicas e contemporâneas de excelente qualidade e feitas totalmente no Brasil. 

Viva o cinema brasileiro!

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc