Pacote Climático: Rio lança metas ambientais para serem cumpridas até 2050

O Dia Mundial do Meio Ambiente ocorreu neste sábado (5) e a Prefeitura do Rio anunciou um Pacote Climático para desenvolver ações ambientais na cidade nos próximos anos. O Museu do Amanhã foi o palco do lançamento do Plano de Desenvolvimento Sustentável e Ação Climática (PDS), documento que norteará as metas ambientais da administração municipal.

Além disso, também foram anunciadas a criação do Fórum de Governança Climática e a realização da Rio+30 Cidades, evento que reunirá, no primeiro semestre de 2022, municípios para discutir o papel dos poderes no combate às mudanças climáticas mundiais.

O planejamento prevê uma série de ações para os próximos 30 anos. O objetivo é estruturar diferentes instâncias de planejamento setorial e orientar o Rio rumo ao desenvolvimento sustentável, com base no enfrentamento dos desafios de médio e longo prazo da cidade, incluindo as mudanças climáticas.

Entre as metas estabelecidas também estão: alcançar 40% de empregos verdes formais na cidade; atender 100% dos bairros por coleta seletiva e não ter nenhuma pessoa morando em áreas de alto risco de inundações e movimentos de massa até 2030. Já até 2050 as metas são: neutralizar as emissões de gases do efeito estufa e eletrificar 100% da frota de ônibus municipal.

O Plano é coordenado pela Secretaria de Fazenda e Planejamento, por meio do subsecretário de Planejamento e Acompanhamento de Resultados, Jean Carris. Conta também com o apoio de outros órgãos municipais, como a Secretaria de Meio Ambiente, e de outras esferas, como da ONU, C40, Governo do Reino Unido, UFRJ, Unicef, República.org e iCS. O PDS parte de documentos importantes – como o VISÃO 500 e planos setoriais – e de compromissos internacionais como a Agenda 2030 e o Acordo de Paris.

Fonte: Diário do Rio com adaptações.

VOCÊ VAI GOSTAR DE VER TAMBÉM…