Há 5 anos, em 2016, o Rio de Janeiro foi escolhido para sediar os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, escrevendo um novo capítulo na história da cidade. As competições aconteceram entre agosto e setembro e renderam memoráveis histórias que tiveram como palco as paisagens cariocas que fazem parte da nossa rotina. Como quinta-feira é dia de TBT, vamos recordar os melhores momentos dessa competição que há 5 anos deixou a cidade maravilhosa com a atmosfera Olímpica.

Entre tantos atletas e modalidades, as Olimpíadas são de longe um evento que revela além de muito talento e habilidades, episódios inesquecíveis que entram para a história do esporte e permanecem na memória de cada um que viveu tão intensamente os jogos. 

Cerimônia de abertura

Para além das competições, sabemos que a Cerimônia de Abertura é o primeiro ponta pé das Olimpíadas. Então, sem medo de investir e começando com muito estilo, o Brasil nos entregava o que viria ser um espetáculo olímpico.

Exaltando sua história, sua cultura e o seu povo, o país do futebol executou diante de mais de 3,5 bilhões de espectadores um verdadeiro show de pirotecnia e emoção. Carregado de músicas brasileiras eternas, de contos que retratam a passagem do Brasil pelo mundo junto aos seus elementos culturais e ecologicamente correta, a cerimônia de abertura marcou o triunfo do país nos jogos olímpicos.

Entre os ápices do concerto, se destacam a entrada exuberante e incomparável de Gisele Bündchen, uma das maiores modelos do mundo, no Maracanã ao som da clássica “Garota de Ipanema”, faixa de Antônio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes.

Mascote Vinícius

Representando o brasileiro como ninguém, o mascote Vinicius, nome escolhido em homenagem ao poeta e músico Vinicius de Moraes, foi uma das maiores revelações da competição. Entretendo incansavelmente o público com o seu gingado e sua máxima simpatia, o personagem que possuía uma mistura de diferentes animais brasileiros e representava a fauna silvestre brasileira, tornou-se rapidamente o centro das atenções e o melhor amigo da plateia e dos atletas.

Principais conquistas Brasileiras

Enquanto o Brasil segue invicto com suas cinco vitórias na Copa do Mundo de futebol, nas olimpíadas a história sempre foi outra. Até sua participação nos Jogos Olímpicos de Londres, o time possuía cinco medalhas, três de prata e duas de bronze, mas o tão sonhado ouro ainda não havia chegado nos braços dos jogadores brasileiros. Jogando contra a Alemanha no Maracanã, o Brasil foi campeão ao vencer a disputa nos pênaltis.

Amado por todos os brasileiros por ser o esporte coletivo de maior sucesso na tabela de medalhas do país, na Rio 2016 os momentos para equipe comandado pelo brilhante Bernardinho foram de derrotas até a grande vitória em cima da Itália. Vencendo por 3×0 em cima dos italianos, o time detinha naquele momento o seu tricampeonato, e o melhor, em casa.

Diante as atuações de Thiago Braz que apontavam alguma conquista olímpica, poucos imaginaram que essa seria logo a de ouro. Encarando o francês Renaud Lavillenie, recordista mundial e último campeão olímpico no salto com vara, era necessário que brasileiro superasse a marca de 5,93 m, o que ele fez com maestria. Arriscando passar a altura do europeu, o brasileiro então subiu a barra para 6,03 m e superou o francês, se tornando o novo campeão e recordista olímpico no Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc