Comemorado anualmente em 19 de agosto, o Dia Mundial da Fotografia é uma homenagem a essa categoria que é uma das principais responsáveis pela transformação audiovisual que o mundo se insere hoje. 

A fotografia é uma das invenções mais extraordinárias da história da humanidade e que revolucionou a sociedade a partir de meados do século XIX, assim como a cultura, a economia, as arte e etc. As fotografias podem ser utilizadas para informar, recordar ou como uma expressão artística.

Sejam fotógrafos profissionais ou amadores, no Dia Mundial da Fotografia, todos os amantes desta arte comemoram a data fazendo muitas fotos. Pensando nisso, convidamos o fotógrafo oficial da Orla Rio, Maurício Pereira para contar sua relação de vida com a fotografia e a importância dela no cotidiano dele. Afinal, ninguém melhor para falar disso do que quem entende desta arte.

“A minha relação com a fotografia vem desde sempre, desde criança, por causa do meu pai que fotografava, revelava os filmes em casa e imprimia em preto e branco lá no laboratório escuro que tínhamos. Isso sempre me encantou muito.”

Maurício também acrescentou que há uma versatilidade forte presente na fotografia

“A fotografia para mim é isso, além de ser muito versátil, ela pode ser uma atividade em grupo, ou um exercício solitário, que você pegar sua câmera e fotografar sozinho. É possível ter muita liberdade criativa para fotografar o que quiser, mas ao mesmo tempo, pode ser uma fotografia técnica, que não se tem liberdade criativa nenhuma, você tem que executar aquilo de acordo com o que é demandado.

O fotógrafo oficial da Orla Rio ainda atentou para a subjetividade e singularidade que existe no ato de fotografar

“A fotografia nunca vai deixar de mostrar o que emociona através da imagem que é produzida, assim como uma música que alguém compõe, como a dança, como a pintura. A foto é uma expressão artística e não vai deixar de ser nunca, aquilo tem uma assinatura muito particular sua. Se você colocar 100 pessoas em frente a uma paisagem, ninguém vai enxergar aquele local da mesma maneira, todo mundo enxerga de maneiras diferentes, com detalhes diferentes e vê aquilo de acordo com as histórias da sua vida, suas emoções. A fotografia é isso, ela registra o mundo do jeito que ele te emociona, já que é uma visão particular do mundo. Para mim, a alma da fotografia é essa.”

Maurício Pereira – Fotógrafo Oficial da Orla Rio

Saiba mais:

Origem do Dia Mundial da Fotografia

A escolha do dia 19 de agosto para celebrar esta data é uma homenagem à invenção do daguerreótipo, o antecessor das câmeras fotográficas. Foi em 19 de agosto de 1839 que a Academia Francesa de Ciências anunciava mundialmente a nova invenção.

Este aparelho foi desenvolvido pelo francês Louis Daguerre (1787-1851), em 1837, graças aos estudos de Joseph Niépce (1765-1833), que havia criado a héliographie alguns anos antes.

Em 1839 também foi inventado o calótipo, um outro sistema de captura de imagens, criado por William Fox Talbot (1800-1877). Por causa dessas incríveis invenções, 1839 se consagrou como o Ano da Invenção da Fotografia.

Parabéns a todos os profissionais de fotografia!

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc