O Alalaô, primeiro quiosque cultural da praia, e a Orla Rio se uniram e desenvolveram uma parceria inédita com a ArtRio para expor arte contemporânea ao público praiano. O objetivo desta iniciativa e outras parecidas que estão por vir é fomentar a cultura e reforçar a orla do Rio de Janeiro como o lugar mais democrático da cidade. 

A primeira artista convidada deste grande projeto é Iole de Freitas, uma das mais importantes escultoras brasileiras, que faz intervenções espaciais em grandes prédios. Suas esculturas são criadas com arame, tela, aço, cobre e policarbonato modulares. 

De acordo com o operador do quiosque Alalaô, Marcus Wagner, o projeto, em parceria com a Orla Rio e a ArtRio, tem um viés de arte, cultura e sustentabilidade. O propósito é que o público que frequenta a praia possa desfrutar desta escultura e da arte em geral. Para ele, é muito interessante e essencial a proposta de ter uma galeria a céu aberto, que atraia também o público que não esteja esperando encontrar com a arte no meio da orla. 

A escultura da Iole de Freitas está instalada em nossa orla e é um verdadeiro desenho na paisagem. Você vai correr ou vai andar de bicicleta e, de repente, se depara com uma coisa nova na paisagem: a arte. Isso é muito estimulante. Me inspirei no público que vejo aqui e na reação interessada deles para propor, cada vez mais, novas ações culturais neste nosso espaço, o Arpoador, que é nosso cartão postal.

Operador do quiosque Alalaô, Marcus Wagner

Wagner ainda contou que pretende trazer mais exposições para o espaço da orla e do quiosque e disse que a meta é expandir o referencial da praia para além do usual, como lazer, mas alcançar um reconhecimento cultural. 

“O Alalaô é o primeiro quiosque que vai começar a trazer mais exposições para a praia. Nosso quiosque já fez três exposições até agora. Nosso objetivo é tornar a praia uma referência não só de esporte e lazer, mas de cultura, arte, conhecimento e inteligência. Temos que pensar na cidade a partir da praia, na cultura a partir da praia. Precisamos estimular o nosso olhar e a nossa vivência aqui na cidade, na praia e na orla do Rio, para ter sempre algo inspirador em nosso cotidiano.

A exposição ficará no quiosque até o próximo domingo, dia 12 de setembro. 

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc