Quinta é dia de TBT! Pensando nisso, vamos contar a história de um lugar que é um dos bairros mais novos da cidade maravilhosa mas surpreende pela beleza e tranquilidade para se viver, o Recreio dos Bandeirantes.

O bairro faz divisa com o Oceano Atlântico e abriga belas praias como Reserva, Macumba, Recreio, Prainha e Grumari. Além disso, o local ainda conta com ótima qualidade de água e areia, segundo medições regulares do Instituto Estadual do Ambiente (Inea). Seu ecossistema natural é composto basicamente de restingas e lagoas, em parte preservadas nos 4.501.371,48 metros quadrados de área de conservação dos parques Chico Mendes e do Parque Marapendi.

Pouca gente sabe, mas até 1920, os 3 milhões de hectares do bairro eram um imenso areal deserto. Foi quando Joseph Weslley Finch comprou uma gleba do Banco de Crédito Móvel e loteou. Muitos paulistas adquiriram terrenos à beira-mar e construíram casas de veraneio. Por isso, a região passou a ser conhecida como Recreio dos Bandeirantes.

Na virada para o século XXI, em conjunto com outros bairros da Zona Oeste, como Camorim e Vargem Pequena, foi a região da cidade que apresentou maior crescimento populacional. Em relação ao Recreio, especificamente, em 1980 moravam lá apenas 5.276 pessoas. Dez anos depois, os habitantes quase triplicaram, chegando a 14.344. O último dado do IBGE é de 2010 e quantifica 82.240 residentes.

Quem mora ou visita o bairro tem o privilégio de praticar esportes ao ar livre bem acessíveis, sejam os aquáticos, como o surfe ou o SUP, sejam os terrestres, como andar de bicicleta na ciclovia à beira-mar,  seja de skate em uma pista perto do Posto 12, ou mesmo caminhar e correr no calçadão e ainda aproveitar os quiosques, que são verdadeiros restaurantes ao ar livre. 

E para quem ama a natureza, os parques naturais do Recreio dos Bandeirantes são ótimas alternativas para passear com a família ao ar livre e apreciar a beleza da fauna e da flora de lagoas e restingas e as maravilhosas vistas para diversas praias lindas do Rio.

Fonte: Prefeitura do Rio, MultiRio

Matéria Escrita por: João Piedras

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc