Já que quinta-feira é dia de TBT, vamos relembrar desse projeto importante. Nos dias 18 e 19 de dezembro de 2020, na Praia de Grumari, ocorreu a edição do Rio Eco Festival. Com o apoio da Prefeitura e patrocinado pela Orla Rio e a Mude, o evento foi  uma celebração ao meio ambiente e tem como objetivo promover a conscientização das pessoas. A realização foi do Instituto Route Brasil em parceria com a Agência Água, a Stone House, a ADDING Sports & Entertainment e a Magikk. 

O evento contou com atividades como travessias de SUP e canoa, uma Eco Run com percurso de 10 km, práticas de yoga, música ao vivo, limpeza da praia, plantio de mudas de restinga, entre outras atividades.

Cercada por morros e pela Mata Atlântica, a Praia do Grumari foi escolhida para sediar o evento por estar localizada em uma Área de Proteção Ambiental (APA) que abriga vários exemplares de ecossistemas, como a restinga, a Mata Atlântica, áreas alagadiças e o mangue.

O webinar contou com a participação de instituições internacionais de referência no tema.  Entre os convidados estavam: Bernardo Egas, secretário de Meio Ambiente da Cidade do Rio de Janeiro; Jorge Pinheiro Machado, diretor da R20 – Regions for Climate Action; Rodrigo Perpétuo, secretário executivo do ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade e Ana Carolina Abreu, coordenadora de Projetos da Fundação Konrad Adenauer.

Houve também ainda um painel sobre “Jovens líderes empreendedores”, com a participação de representantes da Stand UPET, Ciclo Orgânico, Carpe Projetos, Revolusolar. 

O Rio Eco Festival conseguiu integrar, em torno de um objetivo comum, organizações sem fins lucrativos, associações e pessoas apaixonadas pelo Rio e pela natureza, para estimular o movimento de preservação das nossas riquezas naturais, o uso sustentável dos recursos, visando acelerar a colaboração científica e estimular a economia azul e verde, na cidade do Rio de Janeiro. 

Atualmente, mais de metade da população mundial vive em cidades e são elas as principais responsáveis pelo consumo de recursos naturais do planeta. No Brasil, estudos recentes mostram que 57% da população brasileira vive em 6% das cidades do país. Por isso, as cidades devem ser protagonistas na resolução dos principais desafios ambientais. O Rio de Janeiro é a maior cidade costeira do país e possui aproximadamente metade do seu território (48%) sob alguma forma de proteção ambiental legal. Sendo assim, é dever histórico de exercer um papel de destaque na discussão ambiental.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc