A prefeitura do Rio de Janeiro publicou nesta quarta-feira (27) um decreto que flexibiliza o uso de máscaras e libera o funcionamento de boates, casas de show e pista de dança com 50% da capacidade. 

O projeto aprovado na Alerj nesta terça-feira (26), introduz a flexibilização do uso de máscaras no RJ que terá que ser gradativa e em locais determinados por resolução da Secretaria de Estado de Saúde (SES), e observando os seguintes parâmetros:

  • Distanciamento social;
  • Ambiente aberto e fechado;
  • Percentual de vacinação da população;
  • Realização de eventos-testes;

O texto-base aprovado em votação simbólica nesta terça na Alerj é do presidente da Casa, deputado estadual André Ceciliano (PT), e altera uma lei de junho do ano passado que definiu o uso obrigatório de máscaras durante a pandemia. Na época, também se estabeleceu quais seriam as penalidades para quem descumprisse a regra.

Em resumo, no decreto publicado:

  • Máscaras deixam de ser obrigatórias em áreas abertas
  • Boates, casas de show e pista de dança podem funcionar com 50% da capacidade
  • Estão liberadas competições esportivas em ginásios e estádios, mas o público precisa apresentar passaporte de vacina ou teste PCR feito, no mínimo, 48 horas antes do evento
  • Quando 75% da população estiver com o esquema vacinal completo, as máscaras serão obrigatórias no transporte público e em unidades de saúde.

Fonte: G1 com adaptações

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc