A orla do Rio de Janeiro está repleta de boas ações. Tem de tudo um pouco: aulas de vôlei, futebol e principalmente surfe, pois mar é o que não falta. O esporte é um motor de mudança para muitas vidas. Por isso, listamos alguns projetos sociais que fazem a diferença na vida de milhares de crianças.

Além destes três projetos que mostraremos a seguir, há a Escola Responsa, um projeto que surgiu em Ipanema no meio da pandemia para ocupar a mente de crianças e adolescentes.

1 – Rocinha Surfe Escola

A Rocinha Surfe Escola foi fundada em 1987 pelo Bocão e já ajudou mais de 3 mil crianças. Com o lema mais que uma escola de surfe, um ensino de vida, os pequenos tem aulas de teatro, slackline, inglês e muito mais. A sede é no complexo esportivo da Rocinha e o surf acontece em São Conrado. A escola já tem apoio de alguns surfistas, músicos e voluntários do mundo inteiro

Site: https://www.rocinhasurf.org/

2 – Cades 

CADES é uma sigla para Centro de Aprendizagem e Desenvolvimento do Surfe, foi idealizada pelos professores Pedro Robalinho e Henry Ajdelstajn em 1988. Juntos eles promovem o ensino do surfe, o desenvolvimento e a acessibilidade ao esporte. 

O projeto possui duas vertentes: 

  1. Surfe e Educação: Educação através do esporte, lazer e participação;
  2. Surfe e Competição: Área de preparação física, psicológica e treinamento técnico-tático desportivo; 

Facebook: CADES

3 – Adaptsurf 

Por fim, temos a ADAPTSURF que é voltada para pessoas com deficiência (física, auditiva, visual, mental e múltipla) ou mobilidade reduzida. A associação foi fundada em 2007 com o intuito de promover a inclusão social. As aulas acontecem todo final de semana, sábado na Praia da Barra (Posto 2) e domingo no Leblon (Posto 11), das 9 às 14 horas. 

Site: http://adaptsurf.org.br/#home 

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc