Depois de 30 anos após a Eco-92 e também a Rio+20 o Rio vai receber em 2030, a conferência ambiental para discutir sustentabilidade. A capital já está se preparando para esse congresso como medidas sustentáveis e também a criação de fóruns, painéis, workshops, hackathons. Os preparativos foram iniciados em janeiro deste ano com o mesmo grupo que formulou propostas para os eventos anteriores. 

Na última quarta feira, 24 de novembro, o nosso governador Cláudio Castro (PL) assinou um termo que torna 2022 o ano do desenvolvimento sustentável no estado. O Governo Estadual junto da Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas) formularam propostas para tornar 2022 o ano focado em sustentabilidade no Rio. Entre as ideias, há a realização da universalização do saneamento básico por meio da concessão da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) e também a despoluição da Baía de Guanabara.

E ainda, foi organizado um grupo de Autoridade do Desenvolvimento Sustentável que são responsáveis pela coordenação da agenda de eventos. Por fim, os principais temas que serão discutidos estão: as mudanças climáticas, a preservação da biodiversidade, o saneamento básico, a emergência hídrica, a equidade social e a diversidade.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc