A Prefeitura do Rio, em parceria com a concessionária Águas do Rio, irá monitorar as areias das praias do Rio de Janeiro. Depois de três anos parado, o serviço de coleta de amostragem será retomado em 24 pontos – a cada 15 dias – das orlas da Zona Sul, Piscinão de Ramos, Ilha do Governador e Paquetá. 

Cada coleta será encaminhada para laboratório credenciado, lá serão feitas as análises bacteriológicas. Os resultados serão publicados pelo site da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. O objetivo é classificar a areia quanto à sua qualidade e checar a presença de bactérias e microorganismos na areia. Em 30 dias, as análises começarão a ser feitas, gerando quatro graduações de qualidade: não recomendada, regular, boa e ótima.

As praias monitoradas são: Praia da Imbuca, Praia José Bonifácio e Praia da Moreninha, na Ilha de Paquetá. Praia da Bica, Praia da Engenhoca, Praia da Guanabara, na Ilha do Governador. Praia de Ramos, Praia do Flamengo, Praia de Botafogo, Praia da Urca (Central), Praia Vermelha, Praia do Leme, Copacabana (República do Perú, Barão de Ipanema e Souza Lima), Praia do Diabo, Arpoador, Ipanema (Maria Quitéria e Paul Redfern), Leblon (Bartolomeu Mitre e Visconde de Albuquerque), São Conrado (Hotel Nacional e Asa Delta) e Piscinão de Ramos.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc