Nesta última quarta-feira, 30 de março, a Prefeitura do Rio, Firjan e Fiesp lançaram oficialmente, no Museu do Amanhã, a Rio+30 Cidades que celebra os exatos 30 anos da Rio 92. A Orla Rio com o Recicla Orla participaram da reunião na qual foram apresentados alguns eixos que serão abordados ao longo dos próximos meses. Dentre eles está desenvolver e incentivar novos modelos sustentáveis, a fim de colocar o Rio como a capital sustentável do Brasil e cidade central nos debates globais sobre o tema. 

Como a cidade do Rio de Janeiro é signatária do Pacto de Milão, o Rio+30 Cidades vai discutir políticas públicas e incentivo à segurança alimentar. A iniciativa conta com apoio de organizações e redes internacionais como a União das Cidades Capitais Iberoamericanas (UCCI).

O Rio+30 Cidades é um grande passo não só em prol do meio ambiente, mas para gerar o desenvolvimento econômico e a redução das desigualdades. O evento que acontecerá em outubro receberá autoridades do mundo inteiro, acadêmicos, ativistas, lideranças locais, representantes das comunidades tradicionais e de diferentes setores econômicos para abordar o desenvolvimento. 

Nathalia Barreto, bióloga e gerente de sustentabilidade do Recicla Orla esteve presente na reunião e contou que foram apresentadas inúmeras atividades que serão promovidas na cidade com foco na sustentabilidade. 

“O desenvolvimento sustentável para o amanhã tem que começar hoje. O amanhã nunca vai ser amanhã se a gente não agir hoje. Então, assim, focando nas ações de hoje para que a gente amanhã possa ter um futuro sustentável, resiliente com a inclusão de todos”. 

O encontro será a união de três gerações, ou seja, os jovens do Rio 92 e do Rio+20 se encontrarão com os adultos da nova geração. Juntos debaterão o quanto o mundo já evolui, como por exemplo, a criação da palavra sustentabilidade, que na primeira reunião não existia. Ou então, a pauta climática que atualmente tem progredindo entre muitos pontos.

O Rio de Janeiro ao longo dos anos, cada vez mais, torna-se  uma cidade mais verde. Por consequência, o Recicla Orla e a Orla Rio, empresas sediadas na capital, estão alinhadas com todo o movimento sustentável.

Através de ações, como por exemplo, educação ambiental, gestão de resíduos e também atitudes internas transformando a Orla Rio em uma organização Lixo Zero. Assim como, realizando eventos de conscientização da população. Além da novidade do projeto Solis, realizado pela Orla Rio em parceria com a Nextron, que traz energia Solar para os quiosques com o objetivo de oferecer uma energia limpa e renovável e ajudará a diminuir a pegada de carbono.

Todas essas atitudes, em conjunto com o Rio+30, possibilitarão em um futuro mais verde para todos os cariocas! 

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc