O projeto Recicla Orla coletou apenas no primeiro trimestre deste ano 403 toneladas de resíduos sólidos nas praias da zona sul do Rio, entre o bairro do Leme e o Mirante do Leblon. O montante é 14 vezes maior do que o registrado de janeiro a março de 2020, período anterior ao primeiro lockdown no país, quando o projeto retirou da orla carioca quase 29 toneladas de resíduos.  E, ao longo de todo o ano passado, foram recolhidas da orla 455 toneladas de detritos.

O levantamento, feito pela Orla Rio, mostra que a maior coleta desde que o projeto começou, em junho de 2019, foi no mês passado, com 160,8 toneladas de resíduos. Os campeões da poluição, ainda de acordo com a concessionária, são o papelão,  vidros e plásticos, nesta ordem.

Além disso, outros resultados do Recicla Orla merecem destaques: são a quantidade de emissões de CO2 evitadas, que passou de  227 toneladas, e o número de Pontos de Coleta de material reciclável na praia, com um salto de 24 para 56 PEV´s, na comparação entre os trimestres avaliados.

Em seus três anos de atuação, o Recicla Orla  já coletou mais de 1.000 toneladas de material reciclável. Neste trabalho, a Orla Rio conta com a parceria da Polen, startup que atua de forma sustentável na área de reciclagem de resíduos.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc