O Estado do Rio de Janeiro terá a primeira planta para geração de hidrogênio verde no país.  A Shell assinou, nesta quinta-feira (19), um memorando de intenções com a Prumo Logística para desenvolver um projeto de produção de energia do gênero, no Porto do Açu, em São João da Barra, Norte Fluminense. O projeto, que deverá ficar pronto em 2025, é pioneiro no Brasil e funcionará como um laboratório de pesquisa para desenvolver aprendizado, realizar testes de descarbonização e impulsionar essa indústria no país.

A planta-piloto terá capacidade inicial de 10 MW e poderá chegar a 100 MW, obedecendo o plano de expansão da unidade. O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, Cássio Coelho, destacou a importância da implantação do projeto

Os recursos para a construção da unidade vêm da cláusula de Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação (PD&I) da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que determina a aplicação obrigatória de um percentual da receita bruta da produção em projetos que estimulem a pesquisa e a adoção de novas tecnologias no setor de energia.

Para José Firmo, CEO do Porto do Açu, a assinatura do acordo é um marco no desenvolvimento do mercado de hidrogênio verde no Brasil.

Você Sabe o que é Hidrogênio Verde?

O Hidrogênio Verde é aquele produzido com eletricidade oriunda de fontes de energia limpas e renováveis, como as de matriz hidrelétrica, eólica, solar e provenientes de biomassa, biogás etc. Ou seja, ele é carbono zero: obtido sem emissão de CO2.

Como as fontes de energia renováveis tais como solar, eólica e biomassa são geradoras de eletricidade, o hidrogênio pode assumir um papel integrador entre a geração de energia elétrica e outros usos e aplicações, como o energético e o químico, auxiliando todo processo.

Saiba mais acessando o site do Portal Hidrogênio Verde, uma aliança entre Brasil e Alemanha: https://www.h2verdebrasil.com.br/

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc