A Praia de Copacabana participa de mais um momento histórico. Uma mega pintura sustentável foi preparada nas areias de Copacabana, pelas mãos do artista francês Guilaume Legro, ou Saype. O projeto denominado de “maior corrente humana do mundo” pretende passar por 30 cidades nos cinco continentes para deixar uma mensagem de solidariedade e sustentabilidade.

O Rio de Janeiro é a 15ª etapa do Beyond Walls. Na semana passada, o francês desenhou no Posto 2 de Copacabana e no Morro do Zinco, no Estácio.O objetivo do projeto é gerar um movimento social de solidariedade e mostrar que os grandes desafios sociais e ambientais dependem de uma ação humana conjunta.

A arte em Copacabana tem conexão com outra obra produzida em uma das praias da República de Benin, localizada na África ocidental. Segundo Saype, de Benin partiram milhões de pessoas que foram levadas escravizadas em porões de navios. Muitas desembarcaram no Rio.

A imagem desta matéria é das redes sociais do Saype_artiste.

Deixe um comentário

AIzaSyA5tPbYDErzSozNDJ4r7vcHSXTfKEz1oWc