Perca a vergonha e ir à praia e aproveite na orla

Perca a vergonha e ir à praia e aproveite na orla

O verão está chegando mas quando surge a oportunidade de ir à praia, muita gente fica com aquele receio de mostrar seu corpo. Para perder a vergonha de ir à praia, uma dica importante é olhar para o próprio corpo. Não pense em padrões de beleza pré-estabelecidos ou nas famosas que exibem corpos perfeitos nas redes sociais. Você deve estar bem consigo mesma.

O conhecimento liberta, então transforme sua jornada por uma vida mais saudável em uma jornada pelo conhecimento sobre o seu próprio corpo e a aceitação sobre ele.

Vamos as dicas:

1. Acabe com o sentimento de resistência

Quando olhamos para o corpo com negação e não nos aceitamos, o problema tende a persistir ainda mais. Aceite sua auto imagem e entenda que aquele é seu corpo. Enfrente a resistência e mostre sua beleza para o mundo.

2. Seja grato

O segundo passo é a consequência direta do primeiro. Se aceite como você é, você passe a ser grato pelo que você tem no presente. Assim, agradecer pela oportunidade de aproveitar as coisas boas da vida e por tudo o que é bonito no próprio corpo são formas de se sentir feliz.

3. Comemore a jornada

Valorizando seu caminho e as vivências de vida. Comemore na praia todos os traços e formas únicas que seu corpo possui e exalte todos os tipos de beleza que a brasilidade possui.

4. Não se culpe

Seja grato pelo que você viveu e pelo corpo que você tem hoje, você deixa de alimentar o sentimento de arrependimento e vive uma vida mais leve. A praia é um lugar de todos e não existem barreiras para as diversas formas de expressão.

5. Motive-se!

Tenha amor pelo seu corpo e crie um propósito para e levar uma vida saudável, é um dos pontos principais para curtir a jornada e não se deixar consumir pela vergonha. Se você faz tudo isso, você passa a não se julgar, e com isso deixa de lado a vergonha de ir à praia e aproveitar todas belezas que a orla do Rio oferece.

Foto: @dranataschapenutt no Instagram.

VOCÊ VAI GOSTAR DE VER TAMBÉM…

Domingo de experiências no Tia Augusta

Domingo de experiências no Tia Augusta

Há mais de 60 anos, um pequeno negócio nascia na Barra da Tijuca sob o vigor da  portuguesa Maria Augusta Ferreira que, naqueles tempos, nem podia imaginar a proporção que