Dia do empreendedor: Conheça as histórias de praia

Dia do Cachorro-quente: uma história de praia 2

Nesta terça-feira, 5 de outubro, é celebrado o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa. A data é também conhecida como “Dia do Empreendedor”, fazendo uma homenagem à criação do Estatuto da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, instituído pela Lei nº 9.841/1999. Este dia tem o objetivo mostrar e valorizar a importância deles para a nossa sociedade em geral. De acordo com informações do Senado Federal, os empreendedores das pequenas empresas são responsáveis pela geração de 52% dos empregos com carteira assinada em todo o país.

E falar de empreendedorismo é falar da Orla Rio e os quiosques da orla carioca. Uma trajetória se iniciou nos anos 60, quando João Barreto, fundador da empresa, criou e instalou a Jonns, uma barraquinha de cachorro-quente na até então deserta Praia da Barra da Tijuca. Aos poucos, nos tornamos mais de 300 trailers e carrocinhas nas praias do Rio. Foram mais de 20 anos como referência nas praias do Rio vendendo cachorro-quente, sanduíches de sabores variados e o achocolatado Sustincau.

Em 1990, a Prefeitura criou o projeto Rio Orla, para substituir os trailers e carrocinhas pelo modelo de quiosques. Dois anos depois, a Jonn´s deu origem à Orla Rio que assim evoluiu da carrocinha de cachorro-quente para os 309 quiosques atuais, espalhados por 34km. Atualmente, João Barreto deixou o legado para o filho, João Marcello Barreto, que também é empreendedor e presidente da Orla Rio, concessionária que busca cada vez mais se aprimorar e realizar alternativas em prol da sociedade, do meio ambiente, da economia e todo o universo da praia.

E claro que não poderíamos esquecer dos operadores que são a verdadeira alma desse negócio, que todos os dias trabalham em prol desse ecossistema de praia. Por isso, separamos as histórias do Joilton e da Célia, dois operadores de quiosques que possuem uma verdadeira história de empreendedorismo.

Conheça a história do Joilton

Presente na orla carioca há décadas e um verdadeiro point da culinária, a história do quiosque é uma verdadeira aula de empreendedorismo. Joilton, o operador da casa, rapidamente desenvolveu a habilidade empreendedora que o acompanharia no decorrer de sua vida. Seu primeiro emprego foi servente de obra, onde percebeu uma grande oportunidade. Inspirado em seus tempos de menino na Paraíba, onde vendia cocada nos campos de futebol, além dos seus afazeres normais, passou a vender doces e sanduíches para os seus colegas de trabalho.

Foi aí que, com algumas economias que tinha guardado, Joilton comprou seu primeiro trailer de lanches na praia, lugar de onde nunca mais saiu.

Conheça a história da Célia

Comandado há décadas pela operadora Célia com uma operação tradicional, o quiosque da Célia sofreu uma grande transformação em 2021. O conceito Pet Friendly de quiosque foi criado para receber famílias e seus pets e o espaço é o primeiro quiosque no Brasil a contar com uma estrutura de pet park. 

Com objetivo de incluir os peludos no lazer fora de casa, o local possui 50m² de espaço aberto cercado e proporciona interação e brincadeira entre os cães. O quiosque e o pet park ficam localizados próximo ao posto 02, na Barra da Tijuca. O uso é gratuito e haverá regras de convivência para os bichinhos.O Quiosque da Célia também possui o selo pet friendly, concedido pela Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro, no qual sinaliza os locais adequados para o recebimento dos pets.

Parabéns a todos os 309 empreendedores presentes na orla carioca. Feliz Dia do Empreendedor!

VOCÊ VAI GOSTAR DE VER TAMBÉM…