Imortalizados na orla: Clarice Lispector

Escritores, cantores, compositores, jornalistas, músicos, poetas e algumas figuras ilustres que foram importantes na história da cidade encontram-se imortalizados na orla carioca. Esses personagens estão eternizados como estátuas de bronze, em tamanho real, representados em cenas de seus cotidianos. 

Mas você conhece cada um deles? Hoje, a Orla Rio começa mais uma série, onde serão apresentadas todas essas figuras imortalizadas para sempre no local mais bonito do mundo: a orla do Rio de Janeiro.

Clarice Lispector

Inaugurada em 2016, a estátua localizada na Mureta do Leme, Zona Sul da cidade, homenageia a escritora, jornalista e diplomata Clarice Lispector. Nascida na Ucrânia, a artista de origem judaica, veio refugiada para o nordeste brasileiro, na década de 1910, em razão do sentimento antissemita disseminado durante a Guerra Civil Russa.

Clarice Lispector estabeleceu-se no Brasil onde trabalhou como escritora, lançando seus primeiros livros. Na década de 1950, após carreira como diplomata, Lispector mudou-se em definitivo para o Rio de Janeiro, onde trabalhou como jornalista em importantes veículos como o Jornal Correio da Manhã e Diário da Noite.

A jornalista morou 12 anos no bairro do Leme, onde faleceu em 1977, um dia antes de seu 57° aniversário, em virtude de um câncer nos ovários. As principais obras publicadas de Lispector são os romances “A Hora da Estrela”, “A Paixão Segundo G.H.” e o infantil “O Mistério do Coelho Pensante”.

Estátua

Em dezembro de 2016, na Mureta do Leme, foi inaugurada uma estátua de bronze, em tamanho real, de Clarice Lispector e seu cachorro Ulisses. A obra é de autoria do escultor Edgar Duvivier.

VOCÊ VAI GOSTAR DE VER TAMBÉM…

Sábado é dia de almoçar no Mar de Copa

Sábado é dia de almoçar no Mar de Copa

O quiosque Mar de Copa, na praia de Copacabana, agrega muito no quesito gastronomia de qualidade, bom atendimento e ambiente super agradável. A casa conta com um lounge confortável com